Entre a delicadeza e a força

Entre a delicadeza e a força

Sexta-feira, 08 de março, comemoramos o dia das mulheres. O objetivo precisa continuar sendo de lembrar as conquistas sociais, políticas e econômicas das mulheres, independentemente de divisões nacionais, étnicas, culturais, econômicas ou políticas. No entanto, o machismo ainda persiste, causando dificuldades sociais, conjugais e empregatícias. Mas a evolução tem ocorrido e precisamos reconhecer isso apesar de ainda haver diferenças.

É difícil presenciarmos algum setor da vida humana em que as mulheres não possam desempenhar tarefas antes tidas como reservadas aos homens tão somente. Mesmo assim a sociedade deve ficar vigilante, porque certos comportamentos sórdidos ainda continuam, e em números muito altos, se é que possa haver um índice tolerável. Agressões físicas e psicológicas, estupros, discriminação salarial por trabalhos idênticos, desdém social e rebaixamento continuam a prejudicar o universo feminino. Enquanto isso acontecer certamente as mulheres continuarão a ter um dia dedicado somente para elas apesar de todos os outros dias elas desempenharem com maestria todas as suas funções com uma delicadeza invejável e com uma força que só elas têm.